Alimentação

Cansado ou intoxicado? Que tal um Detox?

Cada vez mais fica evidente a correlação entre toxinas ambientais em nossa alimentação e problemas de saúde. A nossa geração é exposta a mais poluição do que qualquer outra da história. Nós comemos diariamente uma alimentação extremamente processada, refinada, com abusos em açúcar, frutose, especialmente a sintética, aditivos alimentares, cafeína, álcool, nicotina e outras drogas.

É claro que a presença de toxinas em nossos corpos, em qualquer quantidade, não é saudável. Mesmo assim, muitas pessoas parecem não se preocupar, achando tudo isso inofensivo. A ciência médica tem mostrado que o acúmulo regular de toxinas pode levar a cansaço, dores e desconfortos gerais, piora da aparência, envelhecimento precoce e muitas doenças crônicas. Retirar essa toxina do corpo é um processo a ser considerado como chave importante na cura.

Quão intoxicado você está?

Veja estes sinais de alerta precoce. Eles podem nos guiar sobre a possível presença de tóxicos no nosso corpo.

Responda às perguntas abaixo:

[button color=”green” size=”medium” ]SIM[/button] [button color=”green” size=”medium” ]NÃO[/button]

  1. Você se sente cansado ou exausto com frequência?
  2. Você sente tonturas, confusão mental ou tem
  3. problemas de concentração?
  4. Você usa café, cigarro ou balas para se “levantar”?
  5. Você consome “fast food”, alimentos processados e
  6. frituras?
  7. Vai ao banheiro menos de 2 vezes por dia?
  8. Sente gases intestinais, inchaço ou constipação?
  9. Tem dor de cabeça com frequência?
  10. Você vive em ambiente poluído?
  11. Sente desconforto, dores difusas ou artrite?
  12. Tem alergia alimentar ou problemas de pele?
  13. Tem dores lombares frequentes ou sinusites?
  14. Está exposto com frequência a remédios químicos,
  15. sedativos ou estimulantes?Faz pouco exercício, sente-se sem energia ou
  16. acima do peso?
  17. Já fez algum programa de desintoxicação antes?

Se você respondeu “SIM” a 3 ou mais dessas questões, ou “NÃO” para a última, aconselho que faça um programa Detox para purificar o seu corpo de toxinas.

O Problema – Toxinas no ambiente

Será que a nossa alimentação moderna pode ser perigosa para a nossa saúde? A resposta é clara: SIM. Hormônios, esteroides, antibióticos, pesticidas, aditivos, ceras, corantes, preservativos, irradiação, alimentos refinados, industrializados, transgênicos, carnes de animais confinados, açúcar, frutose e óleos vegetais hidrogenados (milho, soja, canola), etc… todos contêm toxinas que promovem uma série de reações no nosso corpo e causam uma variedade de problemas de saúde.

Junto com tudo isso, temos água e ar contaminados e poluídos. Não é de se estranhar que muitos de nós sintamos cansaço, fiquemos frequentemente doentes, sem vitalidade e parecendo mais velhos do que realmente somos.

Poluição interior

A poluição do planeta é claramente a maior preocupação para todos os humanos. Muitas toxinas produzidas pelo homem e metais tóxicos são absorvidos pelo nosso corpo através do ar que respiramos, da água que bebemos, do alimento que consumimos, assim como através de substâncias que aplicamos na nossa pele e cabelo.Esses compostos tóxicos se alojam no tecido gorduroso e nos órgãos vitais do nosso corpo.

Toxinas no seu corpo

Fica claro que quanto menos toxinas presentes no seu corpo, mais energia, vitalidade e saúde você terá. Além dos agressores já citados anteriormente, também absorvemos resíduos do nosso próprio metabolismo, produzidos por nós mesmos. Quando não são eliminados corretamente, o cólon fica obstruído e poluído, pois simplesmente não está funcionando bem. Ele se transforma num depósito de poluentes degenerativos corpóreos, irritantes, matéria fecal etc.

O intestino “poluído” também não consegue eliminar eficientemente os químicos ou filtrar corretamente as partículas alimentares. Com isso, teremos um quadro de má absorção de nutrientes e alta porcentagem de toxinas entrando na corrente sanguínea. Nosso corpo, então, tem de fazer um grande esforço. O ideal é que o seu hábito intestinal seja de “ir ao banheiro” de 2 a 4 vezes por dia, caso contrário esses dejetos têm grande tendência a entrar na corrente sanguínea, poluindo por inteiro o seu organismo.

Como o corpo saudável absorve os nutrientes e remove os detritos tóxicos

  1. O estômago e o intestino delgado são riquíssimos em vasos sanguíneos, que osenvolvem. Eles aguardam os nutrientes, vitaminas, minerais, aminoácidos e ácidos graxos para o início de uma jornada através do corpo, com destino a todas as células. Então, primeiramente, tudo é transportado para o fígado via sistema porta (conhecido assim por ser a porta do fígado).
  2. No fígado esses nutrientes são degradados, sofrendo recombinação e depósito.
  3. O fígado também libera muitos desses nutrientes, que são bombeados, através do coração, para muitas células e tecidos do corpo. É assim que nutrimos todas as várias células que mantêmnossa saúde, vitalidade e funcionamento pleno do corpo. O nosso alimento é ogerador de energia para nossas vidas.
  4. O sangue também transporta os restos de materiais e leva-os aos sítios apropriados (pulmão, pele, rins e cólon), onde eles são excretados, mantendo-nos saudáveis.

Removendo dejetos acumulados e toxinas: alimpeza do corpo

As toxinas circulam pelo corpo antes de serem expelidas (ou quando estão em níveis excessivos na circulação ou depositadas). Por isso, pode-se experimentar períodos curtos de cansaço, dor de cabeça, manchas, náusea, espirros, excesso de muco etc. Esses sintomas podem ser reações às toxinas que estão sendo expelidas e circulando no corpo, procurando um ponto de excreção.

Quando nós começamos um programa de desintoxicação, pode-se ter esses sintomas de Detox. Nesse caso, não se assuste: é um bom sinal, que indica eficiência na limpeza do corpo. Para aliviar essas sensações, é importante consumir muita água: ela ajuda a eliminar as toxinas e colabora com o cólon para que elimine os detritos sólidos. Eliminando as toxinas do seu corpo você parecerá e se sentirá mais revigorado, com mais energia e mais alerta, além de reduzir os riscos de doenças sérias, perder peso, acabar com dores e desconfortos por todo o corpo e aliviar a depressão.

A solução

Desintoxicação é um termo genérico.Qualquer ação que ajude na eliminação de dejetos e toxinas pode ser entendida como um auxílio Detox.Há várias maneiras de ajudar a purificar o seu corpo:

  • jejum
  • sucos Detox (sucos verdes)
  • saunas
  • enemas
  • bebendo mais água e chá
  • smoothies verdes
  • fitoterápicos Detox
  • quelação de metais tóxicos

Detox e obesidade

A obesidade é quase sempre associada com toxicidade.Quando nós perdemos peso, reduzimos nossa gordura, liberando carga de tóxicos. E como liberamos mais toxinas, precisamos aumentar nossa proteção, com aumento da ingesta de água, fibras e antioxidantes como vitamina C, E, beta caroteno, selênio e zinco.

Com o exercício nós podemos também transformar gordura em músculo e ajudar na desintoxicação. Esse processo envolve mudanças dietéticas e de estilo de vida, que reduzem a ingesta de toxinas e melhoram a eliminação. Em primeiro lugar, deve-se evitar os químicos dos alimentos e de outras fontes, alimentos refinados, açúcar, cafeína, álcool e cigarro, o que ajuda a minimizar a carga de toxinas. Beber muita água e aumentar a ingesta de fibras, vegetais e frutas (com moderação) também é importante no processo de desintoxicação.

Como aumentar a desintoxicação

Durante 4 a 7 dias de desintoxicação, consumir os seguintes alimentos:

  • frutas (de preferência orgânicas, frescas e da estação)
  • vegetais (de preferência orgânicos e frescos)
  • caldo de vegetais

Receita:

Faça um caldo de vegetais usando couve-flor, repolho, cebola, lentilhas, ervilhas, pimenta verde, salsa, cenoura, beterraba, alho, batata doce, brócolis ou couve-de-bruxelas. (Orientações: 2 batatas grandes, 1 cenoura, 1 copo de salsa, 1 beterraba etc…). Se possível, utilize apenas orgânicos.

Coloque todos os vegetais em um recipiente grande e adicione 1 litro de água pura. Deixe ferver por 2 horas, coe (manter esse caldo), misture os vegetais e os recoloque no recipiente. Então, adicione ½ litro de água pura e ferva por mais 2 horas. Coe novamente.

Combine os 2 líquidos do caldo e tempere com ervas da estação.

Fitoterápicos Detox

São as ervas que auxiliam o processo de desintoxicação e limpeza do corpo. Há centenas delas. Veja alguns exemplos:

  • Alho: limpa e reduz gorduras no sangue e é um antibiótico natural.
  • Echinacea: desintoxica o sistema linfático e aumenta a ação dos linfócitos e fagócitos.
  • Raiz Dendelion: desintoxica o fígado e o sangue, tem efeito diurético, filtra toxinas e é um tônico.
  • Pimenta Caiena: purifica o sangue, aumenta a eliminação de fluidos e a transpiração.
  • Gengibre: estimula a circulação e a transpiração. Digestivo e anti-inflamatório.
  • Raiz de Alcaçuz: poderoso desintoxicador, promove equilíbrio bioquímico e tem efeito laxativo leve.
  • Raiz de Bardana: desintoxica a pele e o sangue, é antibacteriana e antifúngica, melhora a função hepática e age como diurético.Podem ser associadas isoladas ou em conjunto, nos sucos, smoothies ou manipulados. Tomar em cápsulas 2 a 3x ao dia nesse período de Detox.
  • Folha de Salsa: diurética e desintoxica os rins.

Nutrientes para um programa Detox

1) Multivitamínico e minerais:

  • para fornecer os requerimentos básicos nesse período.

2) Vitaminas extras:

  •  vitamina A
  •  vitamina C
  •  vitamina E

3) Aminoácidos:

  • L-Cisteína: importante no suporte do fígado para desintoxicação.
  • Glutationa: a mais importante enzima antioxidante e de     desintoxicação.
  • Metionina: também fundamental no suporte do fígado durante o Detox.
  • Glicina: estimula a síntese de glutationa e reduz toxicidade de substâncias como fenol e ácido benzoico.

4) Probióticos:

  •  ajudam a neutralizar toxinas, reduzem metabolismo de certos micróbios e diminuem a toxicidade no cólon.
  • óleo de coco: protege o fígado, é antifúngico e antivírus.
  • vinagre de maçã: melhora a assimilação dos nutrientes e equaliza o pH digestivo.
  • fitoterápicos: auxiliam e potencializam o Detox.

[divider]

Referências bibliográficas:

  • Humanand Experimental Toxicology, 1997;16:700-708.
  • ProgNeuro- psychopharmacolBiol Psychiatry, 2011 Jan 19.
  • Internal Medicine World Report, March 15-31, 1992;8-31.
  • Annals of Internal Medicine, July 15, 1993;19(2):97-103.
  • International Clinical and Nutrition Review, January 1990;10(1):253-258.
  • Internal Medicine World Report, 1992;7(8):13-41.
  • JournalAlternComplementMed, 1998;4(1):77-86.
  • Annals of Internal Medicine, July l5, l989;lll(2):l68-l78.
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)
Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER