Saúde

Cândida Albicans: Pouco conhecida, mas muito frequente! Entenda porque a sua presença dificulta o emagrecimento.

Certamente você já ouviu falar em uma doença chamada candidíase. Trata-se de uma infecção provocada pela Cândida Albicans, frequentemente referida como síndrome de hipersensibilidade à Cândida. O que muita gente não sabe é que essa é uma patologia bastante controversa.

A Cândida é um habitante normal do trato gastrointestinal, especialmente do esôfago e do cólon (intestino grosso), e existem diversos fatores que favorecem o seu crescimento. Entre eles estão:

  1.  A ausência de bactérias amigas no trato gastrointestinal.
  2. Excesso de consumo de açúcar refinado. Tem sido demonstrado que o açúcar é desestabilizador da função imune, que por sua vez controla o crescimento  indesejável da Cândida.
  3.  Alimentação pobre em fibras vegetais.
  4.  Má assimilação alimentar decorrente da deficiência de enzimas e de ácidos como o ácido hidroclorídrico que leva à baixa absorção de nutrientes.
  5. Algumas medicações que estão correlacionadas com o aumento deste fungo, tais como os antibióticos, alguns esteroides, certas pílulas anticoncepcionais e alguns tranquilizantes.

A Cândida Albicans vive normalmente em nosso intestino, porém certas condições, como as citadas anteriormente, provocam um desequilíbrio desta ecologia intestinal, favorecendo a grande proliferação destes organismos. Há então grandes quantidades de toxinas que permitem à Cândida colonizar tecidos, infestando órgãos distantes do ponto de origem (intestino).

Após a segunda Grande Guerra, a medicina entrou na era do antibiótico. Com total reconhecimento, eles trouxeram a solução para muitas doenças fatais como a septicemia, endocardites, tuberculose, pneumonia bacteriana, meningite, febre reumática, difteria entre outras. Por outro lado, seu uso indiscriminado promove o crescimento de Cândida de forma descontrolada.

Cerca de uma década após a descoberta dos antibióticos surgiram as medicações esteroides, cortisona e derivados. Estas também foram utilizadas muitas vezes abusivamente, gerando o enfraquecimento do sistema imune e estimulando o crescimento da Cândida.

É obvio que tanto o antibiótico, como o esteroide, tem seu uso certo na medicina com indicações precisas. O erro está no uso abusivo como algumas pessoas estão fazendo.

Hoje em dia, quando consumimos carne, frango e leite de animais criados com ração e confinados, frequentemente estamos recebendo pequenas dosagens de antibióticos e hormônios que foram administrados nos animais na prevenção de infecções e para aumento de peso precoce. Com isso, estamos adquirindo uma resistência a esses antibióticos e favorecendo o crescimento da Cândida.

Sua presença no trato gastrointestinal dificulta o emagrecimento, pois diminui a assimilação dos nutrientes e impede a normal liberação de toxinas a nível intestinal, por promover alergia alimentar alterando a condição normal de emagrecimento.

[divider]

Referências bibliográficas:

  • J of Nutr & Environ Med, 2007; 16(1): 10-15
  • The Yeast Connection. William G. Crook
  • Medical News Today March 24, 2013

 

 

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)
Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER