Alimentação

Bactérias Boas: As Maiores Aliadas da Sua Saúde

Se há um lugar onde a diversidade realmente importa, é no seu sistema digestivo – porque ter uma ampla variedade de bactérias amigas pode significar a diferença entre:

  • enfermidade e saúde…
  • gordo e magro…
  • fraco e forte…
  • e até louco e (na maior parte) normal.

Sim, gente, o equilíbrio bacteriano é tão importante assim – e a pesquisa mais recente mostra que não é só o número de bactérias boas que conta. É o número de diferentes tipos de bactérias, também conhecido como a diversidade ou “riqueza” de espécies.

No estudo, as pessoas com menos diversidade destas bactérias do sistema digestivo estavam essencialmente no caminho para a obesidade e a diabete.  Elas eram mais prováveis de ganhar peso, mais prováveis de ser ou tornar-se obesas, e mais prováveis de ter ou desenvolver a resistência à insulina.

Agora, antes de ir além disso, deixe-me colocar uma advertência aqui:  se você ingere uma dieta de Big Macs e batatas fritas, não importará nem um pouco que tipo de bactéria você tem dentro do seu sistema digestivo – você FICARÁ gordo(a), doente, fraco(a) diabético(a) e por fim morto(a).

Mas, se você conseguir comer uma dieta saudável (na sua maior parte) com pouco carboidrato, aquelas bactérias do trato digestivo serão os seus melhores amigos – e o estudo mostra que eles podem fazer muito mais que ajudar a manter longe os quilos extras e afastar a diabete.

Eles também podem retalhar o seu risco de inflamação, um principal fator de risco para tudo: desde doenças cardíacas até demência, para não falar na morte precoce.

Se acho isso bom?  Este é só o pontapé inicial, porque outros estudos vão até além, mostrando como um sistema digestivo cheio de boas bactérias podem te proteger contra:

  • câncer,
  • asma,
  • autismo,
  • infecção de clamídia,
  • infecção do trato urinário,
  • infecção respiratória,
  • depressão,
  • ansiedade,
  • ataques de pânico,
  • insônia,
  • síndrome de intestino irritável,
  • infecção Clostridium difficile,
  • cárie dentária,
  • resfriados,
  • gripe
  • doenças da pele.

E, é claro, as bactérias são críticas para a boa digestão, hábitos saudáveis de defecação e a prevenção de gases embaraçosos, inchaço, cólica e mais.

Então, você sabe que você precisa delas.  Você sabe que precisa de uma larga gama delas.  Agora vem o problema:  certificar-se de que você as tenha.

O seu aparelho digestivo está sendo agredido de todos os lados.  Dieta pobre, aditivos químicos, contaminantes da água e mais podem todos te deixar na mão, acabando com as bactérias saudáveis no seu sistema digestivo.  E a maior ameaça de todas para as suas bactérias amigas é uma classe de medicamentos que você quase certamente já tomou…

Antibióticos!

Os antibióticos funcionam ao eliminar as bactérias – mas eles não são instrumentos de precisão que almejam apenas as bactérias que o deixam doente.

Eles são armas de destruição em massa, que acabam com absolutamente tudo.  (Tudo, isto é, menos as bactérias resistentes a drogas como a Clostridium difficile).

O que sobra no seu sistema digestivo é o Vale da Morte e em muitos casos, é uma mudança permanente no cenário que pode te deixar tão desequilibrado que você talvez penda para o lado ao andar.

Mas, você não tem que viver desta maneira.  Você PODE tomar medidas agora para restaurar o equilíbrio no seu trato digestivo e trazer de volta as bactérias que você precisa para a boa digestão e a boa saúde.

Como conseguir bactérias boas para seu trato digestivo

Entre em qualquer supermercado e você encontrará a palavra “PROBIÓTICO” colado em tudo, desde o leite de soja ao iogurte.  Poupe o seu dinheiro.  A maioria destes produtos não tem valor nenhum – as bactérias erradas, as cepas erradas, as quantidades erradas ou todas as anteriores.

Você encontrará algumas das melhores fontes de probióticos em alguns dos lugares mais inesperados.  Qualquer coisa em conserva ou fermentada, por exemplo, quase certamente estará cheia de boas bactérias – e isto inclui tudo desde chucrute até a junta do porco.

As únicas coisas que podem matar as boas bactérias são os conservantes e outros químicos usados nos manufaturados da Indústria Alimentar, então sugiro reaprender a arte perdida de fazer conservas e fermentados em casa.

Mas tem uma maneira muito melhor de aumentar o seu sistema digestivo com boas bactérias combatentes de doenças…

Produtos Crus

O leite cru – sem falar no queijo cru, iogurte cru e qualquer coisa crua que pode ser feita de leite fresco e não pasteurizado – está positivamente transbordando de bactérias saudáveis.

O ingrediente secreto é a lactoferrina, uma proteína que absorve o ferro para fora de bactérias perigosas, efetivamente matando-as de fome, possibilitando o florescimento das bactérias boas.  O resultado?  Você obtém todas as bactérias amigas que você precisa para a saúde e para a digestão, e nenhuma das más.

O leite pasteurizado do supermercado, por outro lado, é aquecido e tratado até que todas as bactérias, boas e más, são praticamente exterminadas, e o que sobra tem valor abaixo de zero.

É claro que as forças ocultas estão fazendo tudo que podem para te assustar e afastar do leite saudável cru.  Não acredite nisso; produzido com responsabilidade, o leite cru é tão seguro quanto o leite de supermercado, e muito provavelmente mais seguro.

Probióticos

“Probiótico” não é apenas uma palavra de ordem de marketing.  É uma palavra de ordem em sua loja de vitaminas, e não deveria ser usado na maioria dos lugares onde é encontrada.

É por isto que você não pode pegar qualquer probiótico: você precisa de um suplemento de qualidade com as cepas certas e as quantidades certas.  No mínimo dos mínimos, procure um suplemento tanto com Lactobacilos (como a Lactobacilus. acidophilus) quanto a Bifidobacterium (como a B. bifidum) e Lactobacilusrhamnosus., além de vitaminas que potencializam sua ação, no caso da vitamina D, E, K e B12 e sais minerais selênio, cálcio, magnésio e zinco.

Em um novo estudo, pessoas com estes três tipos críticos de bactéria eram mais prováveis a ter uma gama mais diversa de boas bactérias no estômago,e mais prováveis a ter todos os benefícios que vêm com isto.

Prebióticos

Se você quiser manter as bactérias no seu trato digestivo saudáveis, felizes e abundantes na sua defesa, você precisa alimentá-las.  É aí que entram os prebióticos.

Estes não são diferentes tipos de probióticos, como a maioria das pessoas presume, mas certos tipos de fibra que você não pode digerir… mas as bactérias conseguem.

Além disso, o melhor prebiótico de todos talvez não seja um alimento.

Mas o vinho tinto!

No final das contas, os bichinhos bons no seu sistema digestivo adoram os polifenóis no vinho tinto tanto quanto você – então vá em frente e encha a sua taça.  Mas eu não estou recomendando “um vinho qualquer”. Gaste um pouco e compre o melhor vinho que você possa.

Erga para o alto e brinde aqueles animaizinhos amigos no seu sistema digestivo.

Saúde! Bom proveito!

Referências bibliográficas: 

  •  B J Nutr, 1998;80(Suppl. 2):S203-S207
  • J Nutr Biochem, December, 1998;9(12):668-675. 31711-
  • Allergy, 2001;56(Suppl. 67):125-126
  • Am J Clin Nutr, 2001;73(Suppl.):1142S-1146S
  • J Am Diet Assoc, February 2001;101(2):229-238, 241.
  • Am J Clin Nutr. 2001 Dec;74(6):833-9.
  • IMAJ, May 2002;4:353-356
  • Eur J PharmaceutSci, 2002;15:1-9
  • The American Journal of Clinical Nutrition, March 2008;87(3):534-538
  • The British Journal of Nutrition July 2010;104(2):227-32
  • Neurogastroenterology and Motility, March 2011: 23(3); 255-e119.
  • Human Microbiome Project May 14, 2012.

 

 

 

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *