Dr. Rondó

Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Conheça as melhores médicas gratuitas e amadas

 Não importa quão difícil é o trabalho dos médicos para se graduarem, nós não podemos negar o seguinte fato: as vezes o melhor médico não tem graduação alguma. Nós a chamamos de Dr. Mamãe.

Remédio para calvície masculina pode ser um risco para a sua saúde sexual

Homens, tomem muito cuidado! A vaidade excessiva pode estar colocando a saúde sexual de vocês em risco. É muito importante que vocês saibam que o uso de uma medicação comum para a queda de cabelos (Finasterida) pode causar efeitos colaterais indesejáveis.Esse tipo de medicação age reduzindo o DHT, o mais potente hormônio masculino e que está relacionado à perda de cabelo através do bloqueio da enzima 5 alfa redutase. Mas, apesar das imagens de resultados expressivos mostrando que a calvície dos homens praticamente desaparece com o uso da Finasterida, ele traz consigo um perturbador efeito colateral: a impotência sexual.

Fibromialgia: Uma dor real

Estimativas alertam que cerca de 4% da população seja afetada pela fibromialgia, sendo que em cada 10 casos acometidos 9 são em mulheres.Os principais sintomas relatados por pacientes que sofrem com a fibromialgia são a sensação de sensibilidade, rigidez muscular (muitas vezes insuportável) e dores em várias partes do corpo. É comum também apresentarem cansaço, depressão e distúrbios gastrointestinais.

22 condições… Só 1 causa

O segredo de uma cura milagrosa que poucos conhecemTente desvendar o seguinte enigma: três pacientes vão ao médico. Um apresenta arritmia cardíaca; outro está com enxaqueca e o terceiro reclama de crise de asmática. Para os três foi dado o mesmo tratamento e todos apresentaram uma rápida recuperação.

Homocisteína: a vilã que ronda o seu organismo

Você já ouviu falar em homocisteína? Sabe do que ela é capaz? Então, é bom que fique atento, pois ela pode ser bem pior do que você possa imaginar. Não seria exagero considerá-la como uma das maiores vilãs que agem contra o seu organismo.A homocisteína elevada não só inibe o seu bom desempenho cognitivo como também prejudica a sua memória. Quanto maior o excesso desse aminoácido, maior o poder destruidor que ele exerce e maior a ocorrência de demências senis como o temido Alzheimer, além dos riscos de comprometimento dos vasos sanguíneo e possíveis ocorrências de derrames e tromboses.

Não aceite um diagnóstico de problema de saúde mental sem ouvir uma segunda opinião

Crises de depressão, ansiedade, irritabilidade, alucinações, mudanças cognitivas ou psicoses nem sempre sinalizam doença mental.Se alguém te disser “isso é tudo é coisa da sua cabeça”, não aceite. O que quase sempre é diagnosticado como problema mental não passa de uma condição médica mascarada. A maioria dos psiquiatras diz que 99,99% das doenças mentais começam no cérebro, causadas por desequilíbrio na química cerebral. Isso é verdade, mas é importante saber que doenças mentais verdadeiras são poucas.

Será a pipoca mais saudável do que as frutas e os vegetais?

Muitas vezes quando ia ao cinema com as crianças acabava sempre comendo pipoca. E isso me trazia um sentimento de culpa!Porém, para minha surpresa, nunca poderia imaginar que na verdade o que estava fazendo era bem saudável.

Quer emagrecer e ganhar condicionamento físico sem malhar?

 Será o Resveratrol o milagre da boa forma?Pense em uma pílula que age como se você estivesse fazendo regime corretamente e ganhando condicionamento físico sem malhar. Seria isso um milagre? Pois, saiba que não.

Alimento controverso, o chocolate pode diminuir o risco de doença cardiovascular em 37%

A avaliação de uma meta-análise de sete estudos clínicos concluiu que o consumo de chocolate, ao contrário do que muita gente imagina, não aumenta o risco de doenças cardíacas, derrame ou diabetes do tipo 2.Ao todo foram analisados 114 mil participantes e dos sete estudos, cinco apontaram o mesmo resultado: o chocolate está associado à redução do desenvolvimento de doenças cardíacas, ou melhor, de doenças cardiometabólicas que incluem, além do diabetes e do derrame, a hipertensão, a hipoglicemia de jejum, o colesterol, os triglicérides elevados e a obesidade.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER