Alimentação

A verdadeira surpresa sobre calorias

Muitos profissionais da saúde ainda acreditam que é preciso cortar calorias para perder peso. As calorias foram inventadas para medir a eficiência do combustível de máquinas a vapor. Porém, seres humanos não são máquinas. Nós somos muito mais complexos. Nosso corpo não trata toda caloria do mesmo jeito.

Veja como funciona:

Quando você come uma taça de cereais matinais, o hormônio insulina entra em ação. Ele informa aos seus músculos a começarem a queimar o açúcar deste carboidrato para gerar energia e também informar o seu corpo para PARAR de queimar gordura para gerar energia.

E toda a glicose que o seu corpo não queima fica depositado como mais gordura. Se você come muito carboidrato, começa a acumular na forma de gordura. Mas calorias provenientes de proteína e gordura são diferentes. Comer uma carne de gado à pasto, não vai elevar a sua insulina, e portanto não vai dizer ao seu corpo para depositar gordura.

Em vez disso, calorias provenientes de gordura e proteína vão ajudá-lo a entrar no modo queima de gorduras. É por isso que dieta com pouco carboidrato, resulta a mais perda de peso do que dieta com pouca gordura e pouca caloria.

Recentemente, um estudo publicado no Journal of the American Medical Association (JAMA) admitiu que o ganho de peso, na verdade, depende do tipo de caloria que você consome e como ela afeta os seus níveis de insulina. Com isso, você pode comer mais calorias e ainda perder peso, comendo o tipo certo de alimento.

Você pode usar o índice glicêmico para perder peso, em vez de contar calorias, cujos valores dos alimentos refere-se a quanto estimula a insulina. Quanto maior o índice glicêmico do alimento, mais ele eleva a insulina e com isso mais ganha peso, mais lesa o seu corpo, suas articulações e, claro, mais sua pele enruga.

Resumindo:

  • Em outras palavras, quando você come alimentos que causem um aumento de insulina, você ganha peso.
  • Quando você come alimentos que não produzem resposta insulínica, você perde peso.
  • De nada adianta reduzir calorias, mas sim o tipo de caloria; e lembre-se da importância de consumir alimentos de baixo índice glicêmico.
  • Como comer alimentos que não elevem a insulina.

Procure consumir:

Vou um pouco além do índice glicêmico e sugiro consumir  alimentos com um baixa carga glicêmica  (CG). A CG é simplesmente o número que você chega quando multiplica o índice glicêmico do alimento, classificado pela quantidade de carboidrato em cada servida.

Isso torna muito mais prático para o seu dia a dia, porque a CG diz quanto um alimento engorda. Portanto, avalio índice glicêmico e carga glicêmica.

Veja a tabela abaixo, mas saiba que:

  •  alimentos com carga glicêmica abaixo de 10 são uma boa escolha (sinal verde).
  •  alimentos que ficam entre 10 e 20 da escala de carga glicêmica não são ruins, mas cuidado (sinal amarelo).
  •  alimentos acima de 20 (sinal vermelho).

Eles vão estimular a insulina muito rápido e vai fazê-lo ganhar peso.

Coma alimentos “LUZ VERMELHA” raramente, e tente consumir proteína em vez desses alimentos.

Proteína tem carga glicêmica ZERO.

E alguns alimentos que tem alto índice glicêmico podem surpreendentemente para você, ter uma carga glicêmica baixa, como por exemplo batata doce. Ele tem índice glicêmico 54, mas carga glicêmica de 12,4.

E isso que é interessante, porque se você só usa índice glicêmico, certamente vai ficar longe da batata doce.

doces

 

paes-cereais

 

bebidas

 

legumes

 

vegetais

 

frutas

sementes-oleaginosas

laticinios

 

carnes

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)
Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER