Saúde

3 Ervas que Melhoram a Fertilidade Masculina

Normalmente, o que nós vemos em muitos artigos e livros é uma abordagem de tratamentos naturais que podem ajudar na infertilidade feminina e na concepção dos bebês. Porém, o lado masculino desta equação acaba recebendo pouquíssima atenção. Então, hoje vamos entender como podemos intervir nesta condição e ajudar também na infertilidade masculina.

Existem algumas estratégias fitoterápicas que tenho usado de rotina, com resultados surpreendentes.
Além disso, todos esses elementos que vou abordar agem como tônicos masculinos. Agora veja esses fitoterápicos com essa dupla função:

  • Melhora de fertilidade e aumento de libido.

1 – Tribulus terrestres

Normalmente, é minha primeira escolha para melhorar a fertilidade masculina.

Em um estudo de cinco anos em 100 casais búlgaros, nos quais os homens eram inférteis, a gravidez foi alcançada em 44% depois que os homens foram tratados com a folha de Tribulus.

Outros estudos clínicos abertos conduzidos por quatro equipes de pesquisa búlgaros, incluindo um total de 363 homens, durante 60 dias, indicaram que a folha de Tribulus tinha um efeito de:

  • aumento de mobilidade do espermatozoide;
  • 38 homens com oligospermia idiopática (baixa contagem de esperma de causa desconhecida) tiveram melhoras;
  • dois grupos dos homens com oligospermia após a cirurgia de varicocele foram tratados por 90 dias com a folha de Tribulus e também obtiveram bons resultados;
  • aumento na quantidade de ejaculação em todos os pacientes;
  • o nível de testosterona também aumentou;
  • a libido foi normalizada ou aumentada naqueles que relatavam libido baixa;
  • aumento do número de gravidezes nos casais envolvendo infertilidade por causa imune.

Para se ter os melhores resultados, certifique-se de que está sendo usada a folha de tribulus, pois é aonde se concentra a maior quantidade de saponinas esteroides, especialmente a protodioscina, um princípio ativo importante. Com essa matéria prima, deve-se usar cerca de 400 mg/dia de saponinas esteroides.

2 – Panaxginseng ou ginseng asiático / coreano

É um tratamento tradicional para a infertilidade masculina no Oriente. Foram estudados 66 pacientes masculinos, por 3 meses. Desses, 20 eram controles, 30 tinham uma baixa contagem de esperma idiopática, e 16 tinham uma contagem baixa de esperma associada à varicocele. Eles foram tratados com extrato de ginseng. Todos os pacientes receberam 4 gramas de extrato de ginseng nesse período de tratamento. Com isso, houve a seguinte evolução em todos os grupos:

  • A contagem de esperma aumentou;
  • A motilidade de esperma melhorou;
  • A testosterona total e testosterona livre aumentaram;
  • A di-hidrotestosterona também subiu;
  • O nível de prolactina caiu em todos os grupos (a prolactina alta é uma causa de infertilidade masculina conhecida).

A dosagem diária de panaxginseng, é 4 gramas por dia.

3 – Ashwaganda

Segundo dois estudos clínicos indianos recentes, não controlados, do mesmo grupo, a Ashwaganda pode exercer efeitos benéficos na fertilidade masculina.

Um estudo investigou o impacto da Ashwaganda (5 gramas por dia da raiz em pó no leite) por três meses em 75 homens inférteis, sub divididos em 3 sub grupos: 25 homens com perfil de sêmen relativamente normal, 25 com concentração baixa de esperma e 25 homens com baixa motilidade do esperma.

No final do estudo observou-se:

  • Aumento significativo do patamar de base da mobilidade e concentração do esperma em todos os três subgrupos.
  • Aumento do nível de vitaminas A, E e C.
  • Melhora do perfil antioxidante.
  • Redução de prolactina mais favorável no sub grupo de contagem baixa de esperma.

Em outro estudo, de duração de 3 meses, 60 homens aparentemente inférteis com parâmetros normais de esperma receberam a mesma dose de Ashwaganda.

Os participantes foram separados em três subgrupos: 20 fumantes acirrados, 20 com estresse psicológico e 20 com infertilidade de causa desconhecida.

Observou-se as seguintes melhoras nos 3 sub grupos:

  • Aumento da concentração de esperma;
  • Melhora do nível de cortisol;
  • Melhora do perfil antioxidante no sêmen;
  • Aumento de nível de testosterona.

Para atingir bons resultados, o ideal é tomar 5 gramas de Ashwaganda. É incrível como a natureza tem tanto a oferecer, não é mesmo? Aproveite!

Referências bibliográficas:

  • Indian J Pharmacol July-Aug, 2013;45(4):417-418
  • Indian J ExpBiol June 2000;38(6):607-9
  • Phytochemistry Aug 2015;116:283-9
  • J of Herbs, Spices & Medicinal Plants. 1998, Vol. 6, No. 2:87-91
  • J Ginseng Res. 2013 Mar;37(1):30-6.
  • Pharm Res. 2015 Mar;32(3):876-97.
  • J Clin Invest. 2007 Dec;117(12):3979-87.
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER